Saiba mais sobre os tipos de vistos para imigrar nos EUA

Categoria: Morar nos EUA

Saiba mais sobre os tipos de vistos para imigrar nos EUA


Há várias opções para se tornar residente legal nos EUA, mas é preciso atenção.

Muitos brasileiros investem nos EUA, mais precisamente na Flórida, com o intuito de obter uma renda extra por meio das Vacation Homes ou casas de veraneio.

Esse tipo de investimento tem se tornado cada vez mais popular com o passar dos anos, principalmente por conta do momento aquecido pelo qual passa a economia do estado sulista norte-americano. No entanto, a procura por imóveis também é alta por brasileiros que desejam mudar de vida e residir na Flórida. Mas, o que é preciso para mudar definitivamente para solo norte-americano?

É importante ressaltar que somente adquirir um imóvel nos EUA não é o suficiente para garantir a residência legal e permanente no país. Para tal, é preciso passar por um processo burocrático e, muitas vezes, extenso, para conseguir o Green Card ou Visto permanente. Os requisitos exigidos pelo governo estadunidense são vários: um questionário de solicitação de visto, com informações pessoais de até 15 anos, além de dados de redes sociais dos últimos 5 anos.

É possível obter o Green Card de 5 formas:

  1. Estabelecer matrimônio com um cidadão norte-americano;
  2. Ter parentes de primeiro grau com cidadania estadunidense;
  3. Com um empregador interessado em lhe oferecer emprego e mantê-lo no país, por meio do visto H1B;
  4. Investir em um negócio em solo americano, por meio dos vistos L-1, E-2 e EB5;
  5. Obtendo os vistos EB1 ou EB2, também considerados vistos de trabalho, concedidos para profissionais de excelência em suas respectivas áreas de atuação. 

Vale lembrar que, para entrar nos EUA, são 187 tipos de visto diferentes. No entanto, os tipos que mencionamos acima são os mais utilizados.

Outra opção para quem pretende morar nos EUA é morar por um período determinado, para realizar um curso, graduação, especialização ou mesmo para estudar inglês, por exemplo. Um grande ponto de atenção para esse tipo de visto, o F-1, é que a permanência nos EUA está totalmente ligada ao bom aproveitamento do curso pelo aluno.

Quanto à documentação necessária para obtenção do visto, ela varia de acordo com o visto que se deseja obter. Para tirar todas as suas dúvidas, nós vamos falar melhor sobre cada um dos tipos de vistos para residência permanente nos EUA.

Green Card

É o melhor dos cenários quando se trata de morar nos EUA. Esse documento garante a residência permanente nos EUA, uma vez que seu portador é considerado cidadão estadunidense após 5 anos de residência ou 3 anos de casado com um cidadão norte-americano, após ser aprovado na prova de cidadania. No entanto, é extremamente mais difícil de obter, muito por conta dos altos números de imigração ilegal nos EUA. Se você é casado ou tem parentesco próximo de um cidadão americano é muito mais fácil de obter. No entanto, sem esses vínculos familiares, é necessário estender o período de permanência de outros vistos como o H1B, EB1, EB2 e EB5.

H-1B

Concedido a quem vai aos EUA à trabalho, esse tipo de visto só pode ser solicitado com comprovação de contratação garantida por uma empresa em solo americano, atrelando o tempo de permanência nos EUA ao período de contratação. Para esse tipo de visto, o Departamento de Imigração dos EUA abre uma espécie de loteria.

O motivo pelo qual isso acontece é principalmente porque o número de solicitações de visto excede o número de vistos que o Governo norte-americano concede. Por ano, os EUA aceitam 85 mil estrangeiros com visto H1B. Em 2017 o número de aplicantes foi de 264 mil. Por isso, o visto é concedido via ordem de chegada e após análise de requisitos, documentos e investigações, o visto pode ou não ser concedido. Caso não seja, o aplicante recebe o valor investido no processo, incluindo taxas, e a vaga é atribuída a outro aplicante.

Para aplicação, é necessário currículo, proposta forma de trabalho em empresa norte-americana, bem como certidões de nascimento e casamento para dependentes.

L-1

Destinado a investidores que querem expandir seus negócios aos EUA e, para isso, precisam enviar funcionários, representantes e profissionais para solo norte-americano. Como requisito, o Governo Americano solicita comprovação de que a empresa está em operação nos EUA há pelo menos dois anos.

Neste tipo de visto, qualquer tipo de funcionário é aplicável, desde CEO, quadro de diretores até funcionários gerenciais e operacionais, desde que seja comprovada a necessidade deles em solo estadunidense para operação da empresa. É válido por 1 ano, com possibilidade de renovação de 3 anos, uma vez que a empresa ainda esteja funcionando. Após os 3 anos renovados, é possível solicitar aplicação para green card.

E-2 

Para este tipo de visto, somente brasileiros com dupla cidadania e em países que tenham tratados de comércio e navegação com os EUA (o Brasil não é um deles e por isso a dupla cidadania se faz necessária). Para aplicação deste visto é possível somente solicitar a abertura de uma empresa em solo americano. A concessão tem durabilidade de 2 anos, renovável para 5 anos, indefinidamente.

EB-5

Concedido a  investidores, esse visto é um grande ponto de atenção para quem deseja morar nos EUA. Esse tipo de visto é mais pode demorar até três anos para ser aceito, uma vez que o Governo norte-americano tem um grande interesse em receber capital estrangeiro investido em hospitais, asilos, hotéis e mercados com alta concentração de desemprego e desaquecimento. Para aplicar a esse tipo de visto é necessário dispor de um valor de 500 mil dólares e aplicá-lo em projetos que pertencem a conglomerados de investidores chamados Centro Regionais. É possível também, obter esse visto por meio de investimentos em franquias. No entanto, o valor de investimento é mais alto, de 1 milhões de dólares, com um risco superior, uma vez que esse tipo de investimento não é compartilhado com outros investidores. Dos documentos necessários, o principal é a comprovação bancária que comprovem a existência e disponibilidade financeira para o investimento e que a origem do investimento seja lícita. Tem duração de 2 anos e após esse período provisório, sua renovação é definitiva, em formato de green card.

EB-1

É concedido para artistas com habilidades fora do comum em artes, como músicos e cantores. Para obtenção deste visto é necessário portfólio de trabalho, menção em veículos e segmentos informativos que comprovem a notoriedade do artista.

EB-2

Similar ao primeiro EB-1, esse visto é concedido também para pessoas com dotes profissionais extraordinários, só que voltados para o mundo dos negócios. Médicos, dentistas e especialistas em outras áreas. Além disso, profissionais com mestrado e doutorado ou que queiram iniciar pesquisas em solo norte-americano podem tentar aplicação para este visto. Quanto à documentação, é necessário levantar um currículo atualizado ou portfólio que comprovem a excelência profissional, bem como diplomas de mestrado ou doutorado.

Para todos os tipos de visto citados acima, é preciso ressaltar que o documento mais importante é o passaporte atualizado. A opção mais barata de visto é o HB1, processo pelo qual a aplicação, levantamento dos documentos e pagamento das taxas necessárias é responsabilidade da empresa contratante.

Comprar ou alugar um imóvel, como imigrante legal ou mesmo sem nenhum visto é relativamente fácil, como já explicamos neste artigo. Mas é importante salientar que, caso o interesse na compra do imóvel seja para moradia, e haja planos para você se mudar com sua família para os EUA, seu primeiro passo deve ser fazer o levantamento dos documentos necessários para aplicação do visto, bem como escolher qual tipo de visto você deseja aplicar.

É também importante lembrar que filhos com menos de 21 anos de idade são considerados dependentes do titular do visto e, portanto, é mais fácil de obter visto de residência também para eles, inclusive com os benefícios de contar com saúde, educação e transporte americanos gratuitamente, como qualquer cidadão norte-americano. No entanto, quando os filhos atingem ou possuem 21 anos de idade, considerada idade legal nos EUA, será necessário adquirir um visto também para os filhos, antigos dependentes do pai ou mãe titular do visto, Essa situação não se aplica em famílias que possuem o Green Card.

Tem alguma dúvida de como passar por esses procedimentos legais e como conseguir o melhor tipo de visto para sua realidade?